segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Agência E.C de Notícias de Segunda

(Notícias de segunda mão, toda segunda-feira)

Juliet, Naked!

Nick Hornby retoma o tema “relacionamentos com trilha sonora” em seu novo romance, Juliet, Naked. Depois do apenas mediano Slam, Hornby acaba de lançar este livro lá fora. Por aqui, o último publicado foi Frenesi Polissilábico, coletânea de textos sobre os hábitos de leitura do escritor, que são publicados na revista The Believer.
Em Juliet, Naked, Annie e Duncan são um casal como qualquer outro: normal, mas apenas até a página cinco. Duncan nutre uma idolatria sem sentido pelo cantor de indie-folk Taylor Crowe, que fez sucesso com apenas um disco obscuro, chamado Juliet. E isso é apenas um dos fatores que detonam a insegurança da mulher.
O amor que era grande se acabou. E Annie, ao tocar sua vida, começa a se corresponder por e-mail com Taylor. O que acontece quando duas pessoas solitárias, procurando ressurgimento, redenção e mudança passam a se valer uma da outra, mesmo que a milhas de distância? É isso que Hornby busca com um trabalho tão bem humorado quanto profundo na busca por um sentido no amor, na solidão e nas inúmeras complicações que existem na vida de seus personagens.
Longe da atmosfera da música pop desde seu maior sucesso, Alta Fidelidade, Hornby quase sempre acertou em cheio depois, como em Como Ser Legal e Um Grande Garoto. A espera agora é que repita os acertos deixando pra trás a impressão que seu último romance deixou: a de ser fraco e vazio. Afinal, Hornby tem crédito. E muito!
Não há data definida para o lançamento do Brasil. Boatos dão conta de que será ainda esse mês, mas sabe como é, né?

* * * * * *


Solo

Depois de Albert Hammond Jr. e Fabrizio Moretti, agora é a vez de Julian Cassablancas alçar seu voo longe do Strokes. Apesar da banda preferida dos indie-00 estar às vesperas de lançar seu quarto álbum, o vocalista quis mostrar um pouco de seu trabalho longe dos companheiros. Como podemos conferir aqui, Julian procura fazer algo diferente do rock “sujinho comercial” do grupo. A aposta é em uma levada eletrônica.
11th Dimension é primeiro single de Phrazes for the Young, álbum de estreia do cantor na carreira solo. O disco tem previsão de lançamento para 19 de outubro e a produção ficou a cargo da dupla Jason Lader e Mike Mogis.

* * * * * *
Curtíssima

Na última postagem, coloquei aqui a capa de Raditude, novo disco do Weezer, a ser lançado em outubro. Agora a banda divulgou também o tracklist do álbum. A curiosidade fica por conta das canções extras da edição de luxo, que incluem as covers de Kids, do MGMT e Poker Face, da Lady Gaga (transformadas em uma só).

01. (If You're Wondering If I Want You To) I Want You To
02. I'm Your Daddy
03. The Girl Got Hot
04. Can't Stop Partying
05. Put Me Back Together
06. Trippin' Down the Freeway
07. Love Is the Answer
08. Let It All Hang Out
09. In the Mall
10. I Don't Want to Let You Go

Faixas extras da edição de luxo:
Get Me Some
Run Over By a Truck
The Prettiest Girl in the Whole Wide World
The Underdogs
The Story of My Life
Kids/Poker Face

Vídeo da semana:

Com as pernocas de fora e toda animadinha, Lily Allen no show do Via Funchal, no último dia 16.



(Próxima segunda-feira, mais notícias de segunda mão.)

3 comentários:

  1. Acho que Juliet, Naked será uma boa pedida para eu finalmente voltar a ler algo do Nick Hornby. Tô a fim mesmo de algo assim, mas lógico que, assim que terminar as leituras acadêmicas do curso, minha top top da lista será A Rainha do Castelo de Ar ;)

    E não me conformo de ter perdido a Lily por aqui :(
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Dom Mimi de las Maresias Buenas23 de setembro de 2009 20:28

    Nick Hornby livro novo e Lily Allen de pernas de fora!!!!!!!!!!
    Grooove Baby

    ResponderExcluir
  3. Déb, também não me conformo de não ter ido ao show da moça! tsc...

    Robert, estou por aqui, hein!!

    beijo=))

    ResponderExcluir